Terça-feira, 23 de Agosto de 2011

Carlos Humberto Almeida em entrevista

FICHA BIOGRÁFICA

Nome completo:

Carlos Humberto Gervásio Correia de Almeida

 

Idade: 28 anos

Profissão/habilitação académica:

Licenciado em Ciências do Desporto - menção Educação Física e Desporto Escolar (FMH-UTL) e Mestre em Treino do Jovem Atleta (FMH-UTL). Técnico Superior de Desporto no Município de Monchique.

Na época 2010-2011:

Integrou a equipa de Seniores do JDM, em Futebol 11. Joga na posição de médio ou lateral esquerdo. Foi treinador de Infantis, em Futebol 7.

 

 

 

ENTREVISTA:


Desde há vários anos a esta parte e após regresso a Monchique depois de ter terminado a licenciatura em Ciências do Desporto, na Faculdade de Motricidade Humana, tem assumido funções de técnico nos escalões de formação no JDM, mas na última época entendeu dedicar-se ainda mais ao clube, vestindo a camisola de jogador e integrando o plantel sénior. Como foi essa experiência de voltar para dentro de campo como jogador e participar num campeonato distrital?

Já havia representado os seniores do JDM na época 2006/2007, ainda a equipa militava na I Divisão Distrital. Entretanto tive de parar devido a compromissos académicos, pois todos os fins-de-semana tinha de me deslocar a Lisboa. Findo a componente curricular do mestrado, e visto dispor de mais tempo, decidi dar um contributo suplementar ao clube no escalão de seniores. Por um lado, sempre tive uma enorme paixão pelo jogo; por outro, senti que poderia ser útil à consecução do projecto da Direcção ao apostar mais nas pessoas da terra e com formação feita no clube. A experiência de voltar a competir na modalidade foi revitalizante.

 

Entende que as competências adquiridas num curso superior e o trabalho desenvolvido como técnico, ainda que nos escalões de formação, contribuíram para a sua valorização como jogador?

Sem dúvida alguma. Adquiri uma série de conhecimentos que me permitiu entender melhor o jogo. Esse tipo de conhecimento também é bastante útil dentro de campo, sobretudo em termos tácticos, devido ao aperfeiçoamento das capacidades de leitura do jogo e de tomada de decisão.

 

É difícil conciliar a vida profissional com o futebol? E a função de treinador com a de jogador?

Estou ligado ao sector do Desporto. Felizmente, o meu empregador - Município de Monchique - permite-me conciliar tudo de há algum tempo a esta parte. É exigente, porém "quem corre por gosto não cansa".

 

 

No ano académico de 2010-2011, terminou o segundo ciclo de estudos universitários, com a conclusão de um mestrado. Quer dizer-nos qual foi o objecto de estudo e as principais conclusões a que chegou?

A minha dissertação foi intitulada de: "Caracterização das Sequências Ofensivas no Futebol Juvenil: Efeitos da Experiência e de Variantes Reduzidas do Jogo" (os interessados podem consultar ou fazer o download em: http://www.repository.utl.pt/handle/10400.5/2827). Em primeiro lugar, a investigação comprovou que a "experiência formal no futebol" (anos de prática federada) manifestou um efeito significativo sobre os indicadores de performance que caracterizam as sequências ofensivas, o que confirma a importância deste factor na formação de habilidades específicas em jovens praticantes de futebol. Por outro lado, também a manipulação do espaço de jogo e do número de jogadores apresentou uma influência significativa nas características das sequências ofensivas produzidas pelos participantes de ambos os grupos experimentais (Inexperiente e Federado). A este nível, concluiu-se que as variantes mais reduzidas de jogo (no caso, o Futebol 4) são especialmente indicadas para crianças/jovens sem experiência formal ou com um menor nível de prática na modalidade, pois possibilitam o desenvolvimento de competências específicas do jogo assentes numa maior relação com a bola. Já as variantes de jogo mais amplas (no caso, Futebol 7) são profícuas para replicar as exigências específicas da situação competitiva e devem ser minuciosamente ponderadas à medida que os jovens progridem na compreensão do jogo e na execução de habilidades táctico-técnicas do futebol.

 

Jogador, Treinador, Mestrando, Técnico Superior de Desporto, com vida profissional e vida própria. Há tempo para tudo? Qual é o segredo para conseguir conciliar tudo isso e fazê-lo com distinção?

O tempo é escasso para tanta coisa; nem sempre é fácil. Não creio que haja segredos ou receitas miraculosas. Felizmente, tenho sentido o apoio e a força necessários de quem me rodeia para poder avançar. A motivação intrínseca também é forte, visto que é algo que devo a Monchique e a esta gente que tão bem me fez durante a minha infância e juventude.

 

Enquanto agente desportivo e com formação na área do futebol, certamente tem algum clube de preferência. Qual é o seu clube preferido? E ídolos, tem algum?

Na realidade sou sócio de dois clubes: o JD Monchiquense e o SL Benfica. Por ordem de preferência, primeiro sou e serei sempre monchiquense, depois benfiquista. Ídolos tinha quando era criança. Idolatrava o João Vieira Pinto (até tinha posters dele no quarto) e nas camadas jovens do JDM fazia questão de ser o número 8 por sua causa. Actualmente, tenho as minhas referências, mas que não são ídolos. Como jogador, admiro o Xavi Hernandez (Barcelona). É um jogador excepcional no meio-campo: tem uma cultura táctica impressionante, lê o jogo como poucos e possui uma qualidade de passe invulgar. Como treinador, admiro o José Mourinho. Não pelo dedo que enfiou no olho do adjunto do Barcelona, mas pelas competências que tem demonstrado ao longo da sua carreira.

 

   

 

Como avalia a época 2010-2011, como jogador de seniores?

Não correu de acordo com as nossas expectativas. O plantel era curto, a disponibilidade de alguns jogadores para treinar era reduzida (onde eu me incluia) e os resultados desportivos nunca apareceram de forma regular. A desmotivação foi progressiva e, posteriormente, surgiram alguns conflitos internos que deterioraram o espírito de grupo. Quando não se funciona como equipa num desporto colectivo, é muito complicado alcançar o sucesso.

 

Na época 2010-2011, sob o seu comando técnico a equipa de Infantis sagrou-se campeã no Torneio Complementar da Associação de Futebol do Algarve, na modalidade de futebol 7. Este é o primeiro título conseguido pelo JDM, nos tempos recentes, num escalão de formação. O sucesso deveu-se a que factores?

Empenho, sentido colectivo e determinação. A época não começou da melhor forma, mas todos os miúdos evoluíram imenso no decurso dos nove meses. Todos eles progrediram excepcionalmente e a equipa tornou-se mais competitiva. Se na primeira volta da 1ª Fase tinhamos duas vitórias e seis derrotas, na segunda volta conseguimos precisamente o inverso. Não nos apurámos para a 2ª Fase por muito pouco. No Torneio Complementar e no Torneio das Eiras (Odiáxere) os nossos jovens apresentaram uma atitude fantástica e, aliando muita dedicação a talento que sempre existiu, acabaram por vencer duas competições contra equipas de qualidade.

 

Recentemente foi nomeado como Coordenador Técnico para o Futebol 7 no JDM. O que é que pretende imprimir nessa função?

Acima de tudo, o que é fundamental é que os miúdos possam ser brindados com formação de qualidade. Nos escalões de Benjamins (Sub-10 e Sub-11) e Infantis (Sub-13) as crianças ou jovens apresentam uma enorme plasticidade em termos cognitivos, físicos e coordenativos. Os conteúdos que se trabalham nestas idades são facilmente assimilados, como se os miúdos fossem autênticas esponjas: absorvem tudo. Assim sendo, juntamente com os meus colegas, tentarei proporcionar métodos de treino que fomentem o desenvolvimento dos nossos praticantes nos mais diversos factores do processo de treino (táctico, técnico, físico, social e psicológico).

 

   

 

Qual é a sua opinião sobre a estratégia associativa imprimida nos últimos três anos no JDM?

A minha opinião é extremamente favorável. Acho que a Direcção está a percorrer o caminho certo, o que só peca por tardio. Devo deixar uma palavra de apreço aos nossos elementos da Direcção e torcer para que continuem assim, empenha e abnegadamente, durante longos anos. O JDM e Monchique agradecem!

 

Complete a frase:  «Na próxima época vou… continuar a dar o meu melhor em prol do Juventude Desportiva Monchiquense. Como coordenador Futebol 7 e treinador de Infantis vou, como referi anteriormente, procurar brindar as crianças/jovens com uma formação de qualidade. Por sua vez, nos seniores, vou contribuir ao máximo para que o grupo seja coeso e competitivo.

 

Que mensagem quer transmitir aos colegas jogadores e técnicos e aos nossos visitantes do blog?

O JDM está a crescer a olhos vistos. Todos nós - jogadores, treinadores, directores, sócios e simpatizantes - devemos permanecer unidos e "puxar" para o mesmo lado. Se aderirmos em massa ao que o Presidente Victor Santos se refere como "Orgulho Monchiquense", decerto que iremos projectar o nome do Juventude Desportiva Monchique e de Monchique cada vez mais além. Partilhando a mesma identidade, o mesmo orgulho, seremos muito mais fortes. Monchique merece esse reconhecimento.

 

publicado por jdmonchiquense às 00:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre o JDM

.Onde estamos

Rua do Bemparece, 1 - 1.º - 8550-441 Monchique; tel./fax 282913700; E-mail: jdmonchiquense@afalgarve.pt

.EM DESTAQUE...

A quotização de 2020 já se encontra a pagamento. Deve utilizar a mesma entidade e referência fornecidas para o ano anterior.

.pesquisar

 

.Abril 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CANCELAMENTO DO PASSEIO C...

. SUSPENSÃO DE ATIVIDADES  ...

. ÉPOCA DESPORTIVA 2019/202...

. ÉPOCA DESPORTIVA 2019/202...

. ENCERRAMENTO DO PARQUE DE...

. SUSPENSÃO DE ATIVIDADES –...

. COVID-19 - Informação

. Faleceu Delfim Madeira

. Feira dos Enchidos 2020

. Faleceu Bráulio Furtado

. Agenda de eventos para 29...

. Agenda de eventos para 22...

. Agenda de eventos para 15...

. Agenda de eventos para 08...

. Agenda de eventos para 01...

. Agenda de eventos para 25...

. Agenda de eventos para 18...

. Agenda de eventos para 11...

. Agenda de eventos para 04...

. MONCHIQUENSE PROMOVE TROF...

.arquivos

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Outubro 2019

. Agosto 2019

. Fevereiro 2019

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.links